Pedro Miguel Lopes da Silva, nativo de Recife, Pernambuco, é o novo Secretário-Geral do Comitê Nacional de Arte Brasileira (CNAB). Sua jornada começou em 2020, quando desenvolveu o aplicativo Itapmaps, famoso por funcionar offline, sem necessidade de Wi-Fi ou dados móveis.

No mundo do cinema, Pedro iniciou sua carreira com curtas-metragens como "Halloween no Brasil (2022)" e "Huyendo de Dos Ladrones (2022)". Além disso, contribuiu para a série documental "Viva la Libertad del CNAB (2024)".

Em 2024, lançou seu primeiro livro, "Convergência: Explorando as Intersecções entre Política, Tecnologia e Cultura", pela editora Clube de Autores. Nesse mesmo ano, foi eleito o primeiro Secretário-Geral do Clube Nacional dos Artistas do Brasil (CNAB), com 51,13% dos votos, totalizando 39.897 votos. Seus concorrentes, Vandeuarley e HX Leal, obtiveram 40,31% (33.948 votos) e 8,56% (8.228 votos), respectivamente. Essa eleição marca a transição do antigo clube para o novo CNAB, após o encerramento das atividades da antiga organização.